domingo, 24 de outubro de 2010

De Almourol à Barquinha e uma ida ao Perninha

A 'Aldeia' ontem despertou mais cedo; após hora e meia de autocarro já todos estavam a postos para mais uma caminhada. Almourol e o seu ex-libris viu-nos partir por montes e vales, sempre com o Tejo à vista, e uma paisagem deslumbrante sobre a margem esquerda do rio; palmeámos os quase 9 km até outro ex-libris, uma obra emblemática da 'nova Barquinha', o Parque urbano galardoado em 2007 com um 1º prémio-paisagístico, e que a todos encantou e refrescou.
Depois...bem depois na pequena aldeia da Peralva(Tomar) o Perninha saciou-nos, mais uma vez, com o seu prato ímpar e único: bacalhau com batatas a murro, bem acompanhado e regado no 'antes' e no 'depois', como ontem já aqui se documentou.

sábado, 23 de outubro de 2010

O Perninha ...hoje

Após longos 8234 metros, chegámos a este momento único de gastronomia local e bem portuguesa...Amanhã há mais.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

caminhar é preciso



...aqui, junto do castelo de Almourol iniciará a 'Aldeia' mais uma das suas caminhadas, sábado pela manhã...a Barquinha é já ali, após calcorrear oito km sempre com o Tejo à vista.
Depois...bem, depois vamos ao Perninha, que é como quem diz ao bacalhau da Peralva

sábado, 2 de outubro de 2010

Era uma vez uma azinheira...

É o título escolhido para as duas fotografias abaixo: uma das nossas espécies raras e protegidas(!), uma azinheira, morreu às mãos de alguém sem escrúpulos que em propriedade alheia, e dentro da Aldeia, a machado, a assassinou pela calada da noite.