terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Jantar de Natal

Depois de uma excelente manhã, palmeando os 12 km previstos e abaixo descritos, teve lugar o Jantar de Natal da Aldeia. Noite familiar e intimista que muito agradou aos imensos comensais, em número muito maior...que na dita caminhada matinal.Pudera...


domingo, 16 de dezembro de 2012

Começar no 'barbas' ..

...e acabar nos pastéis...foi este um dos objectivos da nossa caminhada de ontem; não fomos à procura de sushi, petiscos ou outros como a fotografia sugere  mas sim em busca dos encantos que rodeiam a Costa da Caparica, a Cova do Vapor, Trafaria e por aí adiante que é como quem 'disse' por aí acima..
 Terminámos de facto nos pastéis de S.António, recebidos com honras especiais pelo sr Patrício, e  com prolongamento até ao ponto de partida, depois de 12 km bem palmeados, bem saboreados e com excelentes descobertas ao longo da arriba-fóssil.


segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Pelo S.Martinho

...mata o teu porquinho.
Foi o que fizémos na Aldeia. O sr.Rodrigues tratou  do principal, do porco no espeto, e as sete dezenas de comensais trataram do resto, com grande participação e muita animação.
A tradição manteve-se: vieram as castanhas de Vinhais, o  vinho famoso de 'Santulhão' sempre ao som do acordeon do Vitor Reino.

( )




domingo, 11 de novembro de 2012

A caminhada de S.Martinho

Não foi a onze mas sim a dez de Novembro. O tempo ameacava chuva ...e não passou de ameaça.
Com partida no local habitual a 'comitiva', seguindo por caminhos de terra, fez nada mais nada menos que 10 km, dizem os 'contadores', passando por azinhagas, vales e quintas que rodeiam a 'nossa aldeia'.
No ponto mais alto do percurso, Qta dos Medronheiros, a foto de família.
Depois  da passagem pelo Cruzeiro da Quinta de Vale Rosal e pela Qtª da Carcereira foi só tempo de  chegar e preparar o repasto à volta de 'um porco no espeto' com todos...acompanhamentos e acompanhantes!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Conversas na Aldeia

No passado dia 19, teve lugar mais uma "Conversa na Aldeia" subordinada ao tema "Direito da Guerra". O Conferencista convidado foi o Comandante Neves Correia, oficial da Marinha Portuguesa .

Licenciado em Ciências Militares Navais pela Escola Naval, que concluiu em 1990, e em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa, que fez mais tarde, abordou diversos aspectos do contexto nacional e internacional relacionados com os "Conflitos Armados" levando-nos numa viagem pelos conceitos e subtilezas jurídicas dos mesmos. Numa referência constante entre os acontecimentos que ocorrem nos teatros operacionais que são retratados nos media, fez reflexões relativas a situações que poderão ocorrer no nosso quotidiano como são exemplo a "legítima defesa" e o "direito de propriedade". Finalizou a conversa referindo alguns tópicos sobre as questões nacionais relativas a zonas marítimas e extensão da plataforma continental.

sábado, 13 de outubro de 2012

Máscaras e expressões

Máscaras e Expressões, exposição de Conceição Freitas está desde hoje na 'nossa galeria'. Na inauguração estiveram presentes muitos 'aldeões' e amigos da artista convidada.
Visita obrigatória nospróximos quinze dias.

Máscaras

“Por detrás de cada máscara escondem-se, ocultam-se e transmutam-se rostos que nos perturbam ou provocam ansiedade e desejos. A máscara, num palpável de carne e osso atrai ou afasta o outro que a encara. (…) Recriada num possível imaginário saído de uma qualquer matéria, permite alcançar um entendimento da procura de quem a acasala numa visão/memória.”

Expressões
“Interpretar um rosto, descodificar o mais profundo do cérebro, fruto proibido na cabeça do humano, é querer (re) inventar o que nos falta descobrir naquele que observamos.(…)

Por dentro, no oco da cabeça, apresenta-se quiçá uma vontade de ser entendida, expressa nas cores e nas formas das expressões que enfrentam quem as observa”



ARTE PÚBLICA XXL

“Democrática por excelência, a arte pública povoa jardins, praças e ruas do nosso País e do Mundo. De pequeno porte ou grande dimensão, em forma de busto, estátua ou escultura, em bronze, ferro, pedra ou plástico, com verdura, música, luz ou água por perto, está bem mais presente na nossa vida do que imaginamos – até porque, apesar de muitas vezes passarmos perto dela, raramente a vemos com olhos de ver.
Joaquim Saial, de há muito estuda esta temática e já a leccionou na Universidade Católica Portuguesa (onde criou a cadeira de Arte Pública no Século XX no Mestrado em Arte Contemporânea) e na Universidade do Minho, para além de a ter tornado sujeito de diversas palestras e escrito sobre a mesma em livros, jornais e revistas. “
Ontem à noite em mais uma ‘Conversa na Aldeia’, Joaquim Saial fez uma primeira palestra sobre 12 monumentos públicos portugueses de grande dimensão, que muitas vezes nos passam despercebidos e cuja história-pormenor mais desconhecida é ainda do comum dos portugueses.
Foi uma visita plena de curiosidades, detalhes, saberes que muito agradou aos  presentes em grande número.
A viagem 'guiada' que se iniciou na Avenida da Liberdade -Monumento aos mortos da 1ª GM -  terminou ao fim de hora e meia visitando 'alguma arte pública' mais recente algures na Margem Sul.
A esta primeira 'conversa' se seguirá outra agendada para Março2013.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Máscaras e Expressões


Vai estar patente na ‘nossa galeria’ do edifício sede, a partir de amanhã e durante duas semanas, uma mostra de escultura de Conceição Freitas. A abertura oficial da exposição ocorre, pelas 17:30h.

Conceição Freitas nasceu em Lisboa e atualmente vive e trabalha no concelho de Almada. Licenciada pela ESBAL em Artes Plásticas, posteriormente, frequentou cursos de formação em Joalharia. Desde 1989 que participou em inúmeras exposições colectivas e fez várias exposições individuais.
Máscaras e Expressões serão tema para mais uma exposição a não perder.



segunda-feira, 24 de setembro de 2012

SARDOAL - memória de uma visita.

   No que foi a concretização de mais uma actividade cultural e de lazer, da Aldeia, o “Passeio & Caminhada” ao Sardoal, revelou-se excelente iniciativa. Depois de vencidos os 150km até esta vila do Distrito de Santarém-sub-região do Médio Tejo, deu-se de pronto início ao percurso previamente ‘desenhado’. Todos os ‘viajantes’ num misto de passeio urbano e passeio rural foram apreciando a riqueza do património artístico/cultural e beleza da paisagem circundante. O ponto de maior relevo foi sem dúvida a visita à igreja Matriz onde foi possível apreciar o políptico do Mestre do Sardoal, documentando o melhor da pintura portuguesa do Período Manuelino (na transição do Séc. XV par o Séc. XVII). Mereceram igualmente destaque, o Portal Renascentista bem como o revestimento cerâmico no interior da Igreja da Misericórdia, e as ruas e os largos empedrados, cheios de encanto que lhe conferem as suas simples mas belas casas tradicionais.


   O “Passeio" terminou com um almoço num restaurante local em que se apreciou a gastronomia tradicional local seguido de uma visita à Feira do Fumeiro, Queijo e Pão..

   Antes de regressarmos a Lisboa houve tempo ainda para uma visita muito singular ao Centro Geodésico de Portugal, no alto da Melriça, onde se encontra um marco com cerca de 20 metros de altura, denominado de "Picoto". Aí foi feita a’ fotografia de família’.

   Pelas 21:00 horas regressávamos à Aldeia.


domingo, 16 de setembro de 2012

Golfe na Aldeia...

Foi no Green da Aroeira que um grupo de entusiastas, devidamente enquadrados por 'profissionais' da modalidade, deu início ao que poderá ser um longo percurso no mundo do golfe.
A manhã de ontem esteve excelente para ouvir as primeiras lições, ver como se faz e 'dar as primeiras tacadas' num green tão agradável como este. Um sucesso absoluto, havendo já quem tenha encomentado 'ferros' e 'madeiras'.


sábado, 15 de setembro de 2012

Descobrir o Sardoal

Aproxima-se o outono e regressam em cheio as actividades à Aldeia. 
A próxima saída levar-nos-á à vila do Sardoal: no dia 22,  completa mais de seiscentos anos como vila; lá estaremos para uma caminhada histórico-cultural  seguido de almoço 'regional' e visita à Feira do Fumeiro do Pão e do Queijo. Depois do Centro Geodésico na Melriça_ V.Rei regressaremos...
O programa está feito e -como se constata na fotografia - o percurso 'apontado'.


quarta-feira, 8 de agosto de 2012

o começo da noite

O cair da tarde de ontem: boa sugestão para a amena cavaqueira que 'perdurou'.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Começou o Verão

Pensamos que sim.
Para isso e atempadamente nos preparámos para o evento: abertura da piscina. Um vai vem de braçadas em dia sereno e solarento que culminaria com um 'jantar volante' pelo fim da tarde com algumas dezenas de aldeãos presentes.


terça-feira, 15 de maio de 2012

O alecrim da Aldeia



Oscilando ao sabor do vento as flores lilás brilham sob um sol estranho de inverno; um aroma perfumado faz-se já sentir com a brisa.
À volta o silêncio é quebrado pelo zumbido intenso de milhentas abelhas, em interessante dança sobre a pequena encosta! Dá serenidade percorrer calmamente com o olhar todo este esplendor.
Na aldeia-lar o alecrim…’é’ aos molhos!
Cada ano a mãe natureza vai cumprindo a sua tarefa, colorindo e salpicando aqui e ali.






domingo, 29 de abril de 2012

..a caminhada para o almoço.


A caminhada que não o foi, podia ser o título.
A chuva à hora prevista para a partida, 8.30h. de ontem apareceu em força e desmobilizou os participantes de mais uma caminhada: Monsanto e seus trilhos eram o destino marcado.
Assim...pelas13h caminhámos até ao ao 'nosso salão' :  mesa  posta e uma excelente carne de porco à portuguesa , bem acompanhada,para um almoço demorado, bem regado e saboreado.

sexta-feira, 9 de março de 2012

O dia 8, dia internacional da Mulher foi um dia bem especial na Aldeia. O jantar e a ambiência preparados por mãos masculinas foram um momento diferente culminando o serão com poesia e canto.
Para a história ficam estes dois 'documentos' singulares.


MULHER

Afagas a vida
Com mãos de ternura
Na efémera eternidade
De momentos únicos partilhados.
Procura incessante
De ternura e felicidade.

Em corpo pulsátil,
Que é semente e raiz
Terra quente e fecunda,
Afeição e magia,
Paciente utopia
Na galáxia de sentidos.

Aventura fantástica
No colo do tempo
Reinventando o destino
“Na espuma dos dias”,
Com esperança de ir
“de mãos dadas semear o amor”.

VIVA O DIA 8 DE MARÇO!
PARABÉNS MULHER!
(jsarm.)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

homenagem à Aldeia

De um dos mais 'habitués'/convidados da Aldeia (Victor Reis) apresentamos facsimilado, um belo poema redigido no nosso 26º aniversário. Mais um documento importante, original e...manuscrito!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

S.Valentim na Aldeia

Este 'post' não tem texto: melhor é um um post no comments ...é óbvio, pois uma imagem vale mais sempre mais que mil palavras.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Hoje na Aldeia

...noite muito especial assinalando o dia se S.Valentim. Promete a ver pela azáfama. Daremos 'conta' do evento.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

26 ANOS -de um projecto colectivo - o DVD

Foi em bonito ambiente festivo que a aldeia assinalou e comemorou os seus 26 anos de vida. Assim e complementando o trabalho publicado há exactamente 1 ano, a todos foi entregue 'Memórias em Imagens', trabalho magnífico do nosso consócio Fernando Josué, a partir de um acervo imenso de documentos video/fotográficos e outros existentes e disponibilizados por muitos dos residentes na Aldeia.
Na sessão o nosso consócio Fernando D. Silva citando Pierre Nora (n. 1931), lembrou que memória colectiva é “… a recordação ou o conjunto de recordações, conscientes ou inconscientes, de uma experiência vivida e/ ou mitificada por uma comunidade de cujo passado faz parte aquele sentimento”. Trata-se, prosseguiu “… de acontecimentos vividos ou transmitidos pela tradição, seja ela escrita, prática ou oral…”.
E acrescentou que “As imagens fixadas no DVD que vai ser apresentado correspondem a este conceito, tal como o livro comemorativo dos 25 anos e, de uma forma periódica, o pequeno mas não menos valioso Boletim, que entra no seu décimo primeiro ano de publicação. Tudo isto representa a preocupação que tem existido por parte dos grupos mais activos da nossa comunidade na preservação da sua memória, cientes do peso que terá na definição do seu futuro".


sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

NOS 26 ANOS da ALDEIA

Nos 26 anos da Aldeia o 'lançamento-distribuição' de um DVD, imortalizando em imagens video/fotografias digitalizadas o nosso projecto colectivo.
Complementa-se assim a edição dos '25 anos em livro' feito há um ano.
Amanhã às 21 horas.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Janeiras na Aldeia

Depois de uma passagem de ano 'intimista' e à medida da crise que nos anunciam, a Aldeia saíu à rua, para porta a porta dar as Boas Festas' e cantar as Janeiras; os aldeões aderem de uma maneira fantástica e é sempre sucesso garantido. As 'dávidas' recolhidas foram partilhados por algumas dezenas em alegre convívio, noite dentro. As morcelas, chouriços, queijos, vinhos, bagaços verdadeiros e mais iguarias fizeram as delícias de todos.