quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

"Movimento Perpétuo Associativo"

Ás vezes um blog pode ter música, música a 'propósito', que pode ser dos 'Deolinda'.A mensagem cabe perfeitamente neste espaço 'cooperativo-associativo'.'Devemos mesmo seguir em frente'.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Jantar de Natal na Aldeia

Foi mais um jantar de Natal na Aldeia. Com o rigor e competência do 'Chefe' SC na cozinha, podemos dizer que iniciámos, ontem, mais uma quadra festiva natalícia com grande satisfação, são convívio e excelente serão à 'lareira'. Do 'evento' guardamos e mostramos três 'takes' bem demonstrativos da 'nossa mesa'.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

S.Martinho na Aldeia

' S.Martinho vai passear e ..mata o porquinho' podia ter sido o lema. Tal como combinado, logo pela manhã uma caminhada de 10km, bem medidos e de imediato iniciadas as 'hostilidades' previstas : porco no espeto e 'acompanhamentos óbvios', castanhas, geropiga e muito mais. Mais um sucesso que congregou cerca de setenta comensais.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

No espeto...

O Porco vai ser no espeto, as castanhas na caruma à maneira tradicional. Uma tradição que é preciso alimentar. O S.Martinho, para nós, é já no sábado dia 9.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A Aldeia foi à Beira Baixa




-
Dois dias magníficos por terras da Beira Baixa. Depois de um originalíssimo alomoço com 'tremoços' na entrada, 'sopas de peixe' e 'tigelada caseira' - ainda em terra alentejana, Arneiro , na casa do sr. Túlio- saboreámos a riqueza patrimonial,social e paisagística, da Velha-Idanha, Monsanto, Monfortinho (para dormir e tonificar) e Penha Garcia, com o seu castelo altaneiro. Aqui as ruas sinuosas e íngremes apresentam muitos exemplares interessantes da arquitetura tradicional da aldeia, com casas construídas na pedra ruiva da região, com balcões e lintéis nas portas e janelas. Com um forno comunitário em pleno. Depois o Castelo, de onde se pode apreciámos uma paisagem inesquecível, única, com vista privilegiada sobre o profundo vale do Ponsul. O percurso pedestre é de uma riqueza fantástica e inebriante. A satisfação foi imensa. Regresso ao Alentejo na Amieira do Tejo; aqui ficam algumas das recordações que não esqueceremos tão depressa.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Hoje chove mas amanhã não...

..a aldeia vai até à Beira Baixa, descobrindo o Portugal desconhecido , o Portugal diferente: do Ródão à Idanha e de Monfortinho a Penha Garcia, vai ser bom, acreditamos.


terça-feira, 8 de outubro de 2013

Na rota dos Moinhos até à ....

PIA do URSO.
É já no próximo sábado que a 'aldeia' vai ao encontro de outra que pela sua visibilidade, originalidade e beleza natural, justifica uma visita cuidada e atenta.
Faremos a caminhada - percurso da Rota dos Moinhos e finalizaremos em plena aldeia da Pia do Urso.
Depois...bem depois será o almoço em' Grande'.



sábado, 7 de setembro de 2013

Tudo azul novamente...

Os imponderáveis acontecem: os filtros da' nossa piscina 'cederam' e só ao fim de três dias e três noites  - com muito trabalho e alguma carolice - foi possível colocar tudo a funcionar em pleno e a água voltou a ter este aspecto cristalino e sedutor.



domingo, 1 de setembro de 2013

Exposição de Fotografia (2)

Numa excelente iniciativa da jovem fotógrafa Alexandra Casimiro, filha de uma das sócias da Cooperativa, está patente no edifício sede da Cooperativa uma exposição de fotografia FotoBox. Esta exposição, a primeira efectuada pela Alexandra, contou com a presença de alguns sócios e familiares, tendo recolhido elogios generalizados devido à qualidade dos trabalhos apresentados. No final, ao fim da tarde e com o pôr do sol à vista, como já é habitual em situações semelhantes, houve um pequeno lanche para todos os participantes tendo-se verificado a oportunidade de trocar algumas impressões com a Alexandra.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Exposição de fotografia

Terá lugar, amanhã pelas 18 horas, a abertura de mais uma Exposição no nosso espaço-colectivo: 'FotoBox ' é o título e é da autoria da jovem 'aldeã' Alexandra Casimiro de apenas 13 anos. É necessário dar lugar e a vez aos mais novos.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Pôr do sol na Aldeia

Os fins de tarde na Aldeia são momentos únicos .


terça-feira, 9 de julho de 2013

Diários gráficos e não só...(2)

Foi um fim de tarde-noite bem agradável : a exposição, - sem atelier pois o calor sempre apertou até bem tarde!- e que culminou com uma excelente 'comunicação' com apoiode PPS feita pelo Dr Joaquim Saial, noite dentro e com número muito agradável de 'aldeões presente.
Excelente apesar do calor.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Diários gráficos e não só...(1)

É já amanhã na Aldeia : diários gráficos com atelier e exposição de trabalhos de 'experts' na arte de diariamente guardarem as suas memórias em 'grafismos múltiplos' .
Joaquim Saial dissertará sobre a arte e o Mar nos últimos 150 anos em Portugal.
Um jantarinho 'volante' encerrará a jornada cultural.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

O castanheiro é o nº 1

Assim é conhecida  esta 'preciosidade', única, da nossa zona verde. Raramente está assim como este ano  : exuberantemente florido. Para os mais distraídos aqui fica o registo.


quarta-feira, 12 de junho de 2013

A ave rara

A ave  que se vê é rara por estes lados: uma gaivota vem nos últimos dias visitar-nos e dar um mergulho ...
Ela de facto pressente a 'água salgada' e aproveita.
Esperemos que não se habitue por que os 'danos' são óbvios.

sábado, 25 de maio de 2013

3ª etapa

Mais uma caminhada, mais uma etapa ao longo da Arriba Fóssil da Caparica, a caminho da Lagoa de Albufeira, onde chegaremos na 'próxima'. 12 km a distância vencida, neste último sábado.
Como habitualmente o almoço - também ele longo e prolongado - em tons brasileiros, completou em beleza mais uma jornada da 'Aldeia'.

domingo, 12 de maio de 2013

VIDA - na Aldeia Lar

Envolvendo perto de quatro dezenas de pessoas de todas as faixas etárias, teve lugar na tarde do último sábado, 11 de Maio, o “VIDA – Espectáculo de Música, Poesia e Dança”, um projecto resultante da parceria entre a Escola de Música da Charneca de Caparica e a AlmaGesto, que nos foi proposto pelo amigo da Aldeia-Lar Victor Reis.

O cartaz oportunamente divulgado era ‘prometedor’ mas veio a revelar-se exíguo face à qualidade do que nos foi apresentado. Estiveram presentes sócios, familiares e amigos, que tiveram oportunidade de apreciar na primeira parte do alinhamento proposto, alternando com poesia, as actuações do “Grupo de Cavaquinhos da Incrível Almadense”, do grupo “Os Reguilas”, das artistas “Bruna e Catarina” e do conjunto “Ignorum”. Na segunda parte disfrutámos de diversas actuações dos alunos de música clássica da Escola de Música da Charneca da Caparica, sob a direcção do Professor Hélder Charneira.

O evento terminou com um pequeno lanche oferecido pela Aldeia-Lar a todos os presentes. Foi, sem qualquer margem para dúvida uma tarde muito bem passada e como diria Miguel Cervantes, “Onde há música não pode haver coisa má”.







segunda-feira, 8 de abril de 2013

100 anos de Submarinos em Portugal

A Aldeia foi ontem ao Museu de Marinha, com o objectivo de visitar a exposição que está patente ao público  de 01 de março a 31 de maio de 2013.
Pelas 10:00h da manhã reuniu-se uma boa trintena de sócios, familiares e amigos e, navegando à superfície, o grupo dirigiu-se à sala D. Luíz onde se encontra patente ao público a exposição.
O primeiro projeto de submarinos em Portugal, data de 1890 com o projeto de submersível desenhado pelo tenente Fontes Pereira de Melo. Contudo, só em Junho de 1910, o então Ministro da Marinha, Azevedo Coutinho, encomendou aos estaleiros Italianos da Fiat San Giorgio, o primeiro submersível português, o "Espadarte".
Foi em 15 de Abril de 1913 que foi hasteada, pela primeira vez na história de Portugal, a bandeira portuguesa a bordo deste submersível . Portugal tornou-se, à data, um dos poucos países do mundo a dispôr desta capacidade.
 Ao longo deste século, a existência de submarinos tem permitido garantir a Portugal uma utilização mais segura do mar e das vias de comunicação marítimas. Missão fundamental para as nações com vocação marítima, como é o caso de Portugal. Curiosidade principal, se assim e pode dizer: em cem anos de 'história' um só torpedo foi lançado por um submarino português.
Como já vem sendo hábito, seguiu-se um excelente 'repasto' num dos restaurantes da Ajuda.




segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Caminhada : pelos Medos e Arriba Fóssil

Foi ontem: manhã fria e algo húmida o que não impediu os 'caminheiros' de se fazerem à estrada pelas 9h.
Objectivo , saborear a paisagem luxuriante da Mata dos Medos, até à Fonte da Telha com regresso pela estrada de areia que nos trouxe ao longo da Arriba. Ao todo 13km, bem medidos e bem saboreados.
Depois, bem depois...um excelente almoço-buffet esperava-nos porque a fome apertava.


sábado, 26 de janeiro de 2013

27 anos cheios de vida

Mais um aniversário deste nosso projecto Cooperativo, assinalado com uma tarde-programa bem diferente:
primeiro relembrámos e interiorizámos a importância deste nosso Profecto e do movimento associativo e cooperativo em geral, ontem hoje e...amanhã; animação poético-musical e lanche ajantarado que culminou com os 'parabéns' a nós todos.




domingo, 13 de janeiro de 2013

Caminhada nas terras da Costa

Por terras da Caparica mais uma vez: agora partindo para sul, calcorreando a falésia-arriba fóssil e toda a zona envolvente das hortas da Caparica: dez quilómetros com o mar à vista por trilhos de terra, com altos e baixos e com paisagens únicas que todos saborearam. Não tão participada como outras, mas o tempo de facto ameaçava 'instabilidade'.


domingo, 6 de janeiro de 2013

As Janeiras

A tradição ainda é o que é na nossa 'Aldeia: os residentes sairam à rua para ouvir e cantar as Janeiras.
Durante cerca de duas horas 'o canto das janeiras' fez-se ouvir, culminando como sempre com o encontro de todos os participantes em ceia volante (as morcelas, chouriços e mais o que quiseram dar...) durou noite dentro.

  Boas Festas, Boas Festas
  Boas Festas vimos dar
  Venham-nos dar as Janeiras
  Se nos as quiserem dar

  Estas casas não são casas
  Estas casas são casinhas
  Tantos anos viva o dono
  Como ela tem de pedrinhas

  Levante-se lá senhora
  Desse banco de cortiça
  Venha-nos das as Janeiras
  Ou morcela ou chouriça...

   

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

uma passagem de ano em família

  Foi com muito boa disposição e alegria que se realizou a  passagem de ano na Aldeia. Um grande número de sócios e familiares esteve presente e viveu o momento intensamente.
 Pelas 20 horas deu-se início à longa ''ceia' bem variada e bem 'regada' que se prolongaria pela noite, combinada com muita música e animação.